Ministro analisa novo leilão de energia após pleito de governadores

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, prometeu responder a governadores do Nordeste sobre realização de Leilão de Energias Renováveis nos próximos 30 dias. A informação foi dada ontem, em Brasília, após reunião do ministro com os governadores do Ceará, Camilo Santana, de Pernambuco, Paulo câmara, do Piauí, Wellington Dias, além de representantes dos governos da Bahia e Rio Grande do Norte. Os estados pleiteiam a reversão do cancelamento do leilão de geração com fontes renováveis que ocorreria no mês passado.

“Questionamos a decisão por compreender que um País que se propõe a retomar o crescimento, não pode abrir mão de ampliar suas reservas energéticas”, afirmou o governador Camilo Santana em seu Facebook, após a reunião. Acrescentou que a expectativa é de que, “diante dos nossos fortes argumentos, essa decisão seja repensada e uma nova data do leilão seja marcada para breve, o que irá representar ótimas perspectivas de investimentos para nosso Estado nos próximos anos”, completou.

Durante a reunião, Camilo Santana considerou um contrassenso o Governo Federal sinalizar a retomada do crescimento econômico entre 2017 e 2018 e cancelar um leilão que é importante para movimentar a economia do Estado com novos projetos. Avalia que o cancelamento definitivo iria prejudicar tanto os estados quanto a iniciativa privada, causando insegurança jurídica para os investidores.

O ministro Fernando Filho se mostrou sensível à reivindicação dos governos para que o leilão seja realizado o mais rápido possível. Explicou que teria até março para apresentar a decisão mas que iria antecipar para 30 dias. Considera a possibilidade de rever mesmo que seja realizando um leilão menor.

Fonte: O Povo | Artumira Dutra